Treinamento de combate a incêndio: qual a importância?

O treinamento de combate a incêndio é fundamental para as empresas, pois, implica diretamente na prevenção de acidentes. Além disso, ajuda os colaboradores a agirem de maneira segura diante de emergências. Sabemos que um incêndio causa grandes estragos e na maioria das vezes ocorre inesperadamente. Por isso é importante que haja pessoas preparadas para lidar com ele.

Neste artigo falaremos sobre a importância do treinamento de combate a incêndio dentro das empresas e explicaremos como deve ser feito o preparo de uma Brigada de Incêndio.

 

O combate a incêndio nas empresas

Diversas situações podem causar incêndios em empresas ou em outros tipos de ambientes. Descargas elétricas, sobrecarga nas instalações e na utilização de equipamentos como computadores, por exemplo, são algumas delas. Também podem ocorrer acidentes decorrentes de falhas humanas e do não cumprimento às normas. O fogo não controlado é muito perigoso para as empresas porque provoca danos materiais e imateriais. Além disso, ele pode causar vítimas fatais por conta da fumaça ou de queimaduras.

O treinamento de combate a incêndios é essencial para todas as organizações, independente do segmento e do tamanho. Afinal, ajuda a evitar que a empresa tenha prejuízos financeiros ou perdas relacionadas a uma possível crise de imagem. Para que isso seja possível, é necessário que a empresa possua uma equipe preparada para lidar com o incêndio quando ele ocorrer.

 

A função da Brigada de Incêndio

Todas as empresas estão sujeitas a emergências como incêndios e por menor que seja o risco, é imprescindível adotar ações preventivas. Um sistema de prevenção e combate a incêndios é formado por dispositivos como extintores e caixas de incêndio. Porém, não basta investir em equipamentos sem que haja pessoas treinadas para usá-los.

A Brigada de Incêndio é um grupo composto por funcionários da empresa e é responsável por coordenar e evacuar o local em casos de incêndios. O ideal é que essas pessoas tenham controle emocional a fim de conseguirem detectar situações de perigo. Elas também precisam ser capazes de prestar os primeiros socorros.

Umas das funções da Brigada de Incêndios é prevenir acidentes, preservando assim, a vida das pessoas e os bens da própria instituição. E para cumprir esse objetivo, os integrantes da Brigada devem vistoriar rotas de fuga, fazer a inspeção dos equipamentos de combate a incêndio, monitorar líquidos inflamáveis, preparar relatórios sobre as fiscalizações, planejar simulações, etc.

Além das medidas de prevenção, a Brigada ainda é responsável pelas ações de emergência. Esses tipos de situações exigem a sinalização do acontecimento e a evacuação da empresa. Em seguida deve-se cortar a energia do ambiente, acionar os bombeiros, combater o início do incêndio e prestar os primeiros socorros de forma rápida.

Cumprir com essas exigências é indispensável, pois o atestado de formação de Brigada de Incêndio é exigido na solicitação de renovação do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

Mas, para que esses procedimentos sejam realizados com segurança e eficiência o treinamento de prevenção e combate a incêndio é primordial.

 

Por que o treinamento de combate a incêndio é importante

Conforme dissemos, a empresa precisa contar com pessoas capacitadas para lidar com o fogo não controlado e a melhor maneira de garantir que elas saibam o que fazer em caso de combate a incêndio, é por meio do treinamento.

Além de ser uma medida inteligente, treinar os funcionários para este tipo de situação é obrigatório de acordo com a NR 23. O treinamento oferece conhecimento sobre as classes e tipos de fogo, além de ensinar a correta utilização de equipamentos como extintor. A capacitação traz ainda informações sobre a importância de se agir com responsabilidade e prudência diante de uma situação de combate a incêndio.

Os membros da Comissão Interna de Acidentes (CIPA) e as demais pessoas que fazem parte da segurança do trabalho também devem receber o treinamento. O ideal é que todos os colaboradores da organização sejam treinados, pois, haverá mais pessoas preparadas.

É essencial lembrar que o treinamento de segurança deve ser contínuo. Isso porque os funcionários precisam de cursos de atualização para não se esquecerem das informações. Os novos colaboradores também devem ser treinados antes de entrarem na empresa.

Comunicar aos funcionários as regras relacionadas à segurança é uma excelente maneira de mantê-los informados. Ferramentas como e-mail e mural costumam ser bastante eficazes. Há ainda outros recursos como sinalizações, além de campanhas de conscientização, como por exemplo, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT).

O treinamento de combate a incêndio certamente auxilia na proteção do seu negócio. Portanto, certifique-se de que sua empresa possui pessoas capacitadas para agir em casos de acidentes. A IACO oferece o Treinamento NR 23 – Proteção Contra Incêndios e outros treinamentos que irão garantir a proteção dos seus colaboradores. Entre em contato conosco e confira os nossos serviços.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *